Há um buraco no dente do meu cão! É cárie?

Há um buraco no dente do meu cão! É cárie?

Muitos proprietários confundem a exposição de furca com uma lesão cariosa.

No entanto, a cárie em cães é bastante rara enquanto que a exposição de furca é recorrente. A furca é o nome dado ao espaço entre duas raízes de um dente bi ou trirradiculado e fica exposta quando há doença periodontal já avançada, que levou à perda de tecidos ao redor do dente. A exposição de furca, assim como a doença periodontal, é irreversível, mas há tratamento. Dependendo do seu grau, não compensa manter o órgão dentário, pois a menos que a furca seja higienizada adequadamente todos os dias, aquele dente vai acelerar o andamento da doença periodontal e piorar ainda mais o quadro do animal. São poucos os animais que permitem essa manipulação rigorosa para higienização da furca. Assim, muitas vezes é preferível a extração do dente.

No caso de ser um grau mais brando da exposição de furca, o dente pode ser mantido e é feito o alisamento radicular com curetas específicas para isso. O cemento é a região subgengival do dente e, ao contrário do esmalte, é poroso e irregular.  Isso acaba facilitando a agregação bacteriana, o que por sua vez, vai agravar a doença periodontal. Portanto, é feito o alisamento radicular, e o cemento perde sua característica irregular e fica mais liso. Tudo isso não exclui a possibilidade de seu cão realmente ter cárie! Mesmo sendo raro, pode ser encontrada em alguns animais.

Para o correto diagnóstico da cárie, é necessário a realização de um exame radiográfico intraoral. Uma vez diagnosticada, o procedimento a ser adotado vai depender da extensão da lesão cariosa.

Em ambos os casos, é fundamental a avaliação de um Médico Veterinário especializado em Odontologia Veterinária. Somente ele poderá diagnosticar o problema e indicar o melhor tratamento, garantindo assim, mais saúde e qualidade de vida ao seu animal.

Marque agora uma consulta

MEU PET É UM GATOMEU PET É UM GATO

Conheça as principais doenças em cavidade oral que atinge os gatos.

MEU PET É UM SILVESTREMEU PET É UM SILVESTRE

Conheça as principais doenças em cavidade oral que atinge os silvestres.